Inglês o caminho mais rápido para o sucesso

Vivendo em um mundo de globalização, onde a comunicação é a principal porta de acesso, chego a perguntar-me como pode ainda haver pessoas sem o domínio de outras línguas? Já que conseguimos hoje graças a tão sonhada globalização ter o acesso a culturas diferentes a quilômetros de distancia da nossa cidade, estado e porque não falar país.  E seguindo essa tendencia, a rapidez é um quesito fundamental para qualquer objetivo que colocamos em nossas vidas. E por que não aprender a falar inglês com rapidez sem perder a qualidade das grandes redes de ensino?

Novos meios de se ensinar é consequência da busca incansáveis das prestadoras de serviços educacionais. Afinal, tempo é dinheiro e dinheiro só se consegue se o seu tempo for bem aplicado. E aplicando esse tempo e investido um valor bem acessível você terá em alguns anos ou até mesmo meses um domínio da língua inglesa, e assim como a globalização seus conhecimentos não terão mais limites. Mas, não é fazer em qualquer lugar, onde a educação é levada apenas como um meio lucrativo. Nesse momento é preciso conhecer e ter a certeza que a sua escolha foi a correta. E como saber disso no primeiro contato? Pesquisar é a palavra chave, saber o período daquela instituição no mercado, procurar historias de sucesso que tenham passado por lá, antigos alunos que tenham experiências felizes dentro daquelas paredes do conhecimentos e além de tudo conhecer os objetivos, saber se os sonhos deles são também os seus ou pelo menos parecido.

Crédito: Henrique Lima

Vale a pena ser um franqueado de uma escola de idiomas?

Guilherme Oliveira Chaves

Vivemos em uma era em que a língua inglesa se tornou mais do que um simples diferencial. Aprender o idioma é quase que uma obrigação para se conseguir boas oportunidades no mercado de trabalho, e não é só na pra sua vida profissional, no seu lazer ou vida profissional provavelmente você irá se deparar com a necessidade do inglês. Só para destacar um número, segundo pesquisas, 70% das empresas internacionais buscam profissionais que falem o inglês.

Nos últimos anos, optar por ser um franqueado de alguma escola de inglês se tornou uma excelente opção para se empreender.  Abrir uma franquia de escola de inglês está em alta para os empresários. Como dissemos anteriormente o público que procura o serviço cada vez aumenta mais.
Um ponto que deve ser avaliado no momento da escolha da franquia a ser comprada é se a sua escolha já tem uma marca consolidada no mercado e se ela te oferece alguns suportes necessários.  Atente-se ao fato de que, a franquia não se desenvolverá sozinha, não basta à marca ser forte, e investir dinheiro, é necessária muita dedicação, tempo e muito, mas muito trabalho para progredir a escola.

Quando pensar em abrir a sua franquia se faça três perguntas:

Crédito: Henrique César

Cursos e Exercícios para aprender Inglês

Treinamentos e cursos online

Izaque Machado Rodrigues

A demanda do mercado de trabalho é forte e cresce a cada dia mais. São muitos os requisitos para obter uma boa vaga e manter-se nela, e um deles sempre presente é a fluência na língua inglesa. Não só ouvir, só falar ou só escrever: os três sentidos devem caminhar juntos para atender aos requisitos das empresas, como reuniões onde só se fala inglês, artigos para clientes, termos usados sem tradução para o português, entre muitos outros. Uma certeza existente do mundo moderno é a de que ter feito um bom curso de inglês é essencial para conseguir se desenvolver.

Com o objetivo de qualificar os profissionais para atuarem em seus respectivos ambientes de trabalho, as universidades corporativas surgiram e estão crescendo com vigor no Brasil. Vinculadas a empresas, elas oferecem cursos profissionalizantes aos seus colaboradores, com o intuito de estabelecer uma harmonia entre os interesses dos seus empregadores e empregados de forma rápida, confiável e de baixo custo para ambas as partes. Muito utilizada em empresas de grande porte, temos em nosso país algumas universidades de corporações muito conhecidas como Banco do Brasil, Petrobrás, Caixa Econômica Federal etc.

Acredita-se que toda empresa tenha uma missão a cumprir e valores a serem seguidos. As melhores universidades corporativas são aquelas que, em conjunto com a corporação, elaboram pesquisas e desenvolvem estratégias para o crescimento mútuo. Logo, o investimento na vinculação torna-se mínimo, uma vez que o retorno se dará em médio a longo prazo. Disponibilizar treinamentos e cursos online para o pessoal não é algo difícil a ser feito. Há diversas plataformas disponíveis, basta haver interesse em investir.

Crédito: Vitorya da Cruz Paulo

Universidades Corporativas nas Empresas

Anderson Cesar Abreu Pinto

Já parou para analisar seu currículo? Você possui qualidades únicas e fundamentais para auxiliar no crescimento de uma empresa?

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou em março de 2016 que o índice de desemprego no Brasil aumentou em 8,5% em relação ao ano passado. Uma estimativa preocupante, já que muitas organizações, para driblar a situação econômica do país, viram-se obrigadas a diminuir seus quadros de funcionários. Mas, mesmo em meio à crise é possível manter o emprego e destacar-se para ser uma peça essencial em seu trabalho.

As grandes corporações necessitam de uma equipe bem estruturada e qualificada, por isso, investem cada vez mais em seus colaboradores. Tendo em vista um constante progresso, treinamentos e cursos de capacitação são os principais recursos adotados. A iniciativa, promove eficácia na comunicação empresarial interna e externa. Em retorno, maximiza e estreita as relações entre funcionários e empresa; trazem um benefício mútuo com resultados a curto prazo.

Crédito: Nathália Perone Barbosa