Posts Tagged: #treinamentos

Treinamentos e cursos online

A demanda do mercado de trabalho é forte e cresce a cada dia mais. São muitos os requisitos para obter uma boa vaga e manter-se nela, e um deles sempre presente é a fluência na língua inglesa. Não só ouvir, só falar ou só escrever: os três sentidos devem caminhar juntos para atender aos requisitos das empresas, como reuniões onde só se fala inglês, artigos para clientes, termos usados sem tradução para o português, entre muitos outros. Uma certeza existente do mundo moderno é a de que ter feito um bom curso de inglês é essencial para conseguir se desenvolver.

Com o objetivo de qualificar os profissionais para atuarem em seus respectivos ambientes de trabalho, as universidades corporativas surgiram e estão crescendo com vigor no Brasil. Vinculadas a empresas, elas oferecem cursos profissionalizantes aos seus colaboradores, com o intuito de estabelecer uma harmonia entre os interesses dos seus empregadores e empregados de forma rápida, confiável e de baixo custo para ambas as partes. Muito utilizada em empresas de grande porte, temos em nosso país algumas universidades de corporações muito conhecidas como Banco do Brasil, Petrobrás, Caixa Econômica Federal etc.

Acredita-se que toda empresa tenha uma missão a cumprir e valores a serem seguidos. As melhores universidades corporativas são aquelas que, em conjunto com a corporação, elaboram pesquisas e desenvolvem estratégias para o crescimento mútuo. Logo, o investimento na vinculação torna-se mínimo, uma vez que o retorno se dará em médio a longo prazo. Disponibilizar treinamentos e cursos online para o pessoal não é algo difícil a ser feito. Há diversas plataformas disponíveis, basta haver interesse em investir.

A Comunicação (seja ela qual for: interpessoal, empresarial ou publicitária) é essencial em todos os âmbitos. Ela garante uma relação profissional e pontual com os clientes. Dessa maneira fica fácil de “ligar os pontos”: uma empresa que necessita manter interações internacionais, o que não é raro, também necessita de pessoas capacitadas para fazê-las. Incentivando o empregado a crescer e se destacar, obtém-se uma equipe ampla e motivada e, de quebra, que atende aos requisitos empresariais que de tempos em tempos mudam, evoluem, se fundem ou simplesmente acabam. O importante é estar atento às tendências mundiais e ter convicção de que o trabalho feito é único e necessário para quem o contrata.

Crédito: Vitorya da Cruz Paulo

Universidades Corporativas nas Empresas

Anderson Cesar Abreu Pinto

Já parou para analisar seu currículo? Você possui qualidades únicas e fundamentais para auxiliar no crescimento de uma empresa?

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou em março de 2016 que o índice de desemprego no Brasil aumentou em 8,5% em relação ao ano passado. Uma estimativa preocupante, já que muitas organizações, para driblar a situação econômica do país, viram-se obrigadas a diminuir seus quadros de funcionários. Mas, mesmo em meio à crise é possível manter o emprego e destacar-se para ser uma peça essencial em seu trabalho.

As grandes corporações necessitam de uma equipe bem estruturada e qualificada, por isso, investem cada vez mais em seus colaboradores. Tendo em vista um constante progresso, treinamentos e cursos de capacitação são os principais recursos adotados. A iniciativa, promove eficácia na comunicação empresarial interna e externa. Em retorno, maximiza e estreita as relações entre funcionários e empresa; trazem um benefício mútuo com resultados a curto prazo.

Crédito: Nathália Perone Barbosa

Cursos e Exercícios para aprender Inglês

Plataforma digital para exercícios online

Lucas Alexandre Ribeiro de Jes

Ficou já para trás o tempo em que o conhecimento de uma língua estrangeira era por si só vantajoso, assegurando àquele que o dominava um lugar de destaque diante dos concorrentes no mercado de trabalho. Com a crescente globalização e a evolução das TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação), o planeta se torna cada vez mais uma rede interconectada de referenciais distantes no espaço, mas coabitantes no tempo e colegatários de uma mensagem comum, pulverizada a partir de uma teia de emissores e receptores que não se pode medir. A partir desse modelo instantâneo da disseminação de conteúdo em escala mundial, o contato com línguas estrangeiras, especialmente a inglesa – em virtude de sua presença massiva nos meios de comunicação de massa – é mais e mais natural para sujeitos de todos os cantos do mundo.

É aí que entra em cena o contexto do inglês não mais como diferencial. Se cada vez mais usuários se familiarizam com a língua de Shakespeare, ela por consequência adquire um aspecto mais trivial. Longe de reduzir sua importância, contudo, isso provoca a reconfiguração do panorama competitivo em meios comerciais e acadêmicos, de maneira que o domínio da segunda língua é não mais um luxo, mas uma necessidade do mais fundamental grau.

Se você se identificou com a convicção de que o inglês veio para ficar, é certo que já procurou cursos preparatórios ou aulas particulares para aprimorar-se. Da mesma forma, nota-se que as empresas dos mais variados ramos e atividades têm oferecido com maior frequência treinamentos e capacitações aos membros de seu quadro corporativo. Isso tudo sinaliza a tomada de consciência quanto à urgência de introduzir funcionários, cidadãos, estudantes e todos os sujeitos nas dinâmicas comunicativas modernas.

Crédito: Lucas Pagani